Meu primeiro cume patagônico – Cerro del Medio

Em meados de junho de 2011 dei início ao projeto Reveillon no Fim do Mundo(!), organizando uma viagem entre as Patagônias Argentina e Chilena, para a virada do ano de 2011 para 2012. Dentre as providências a serem tomadas e roteiros a serem traçados defini que começaria a empreitada pela cidade de Ushuaia (Província da Terra do Fogo), na Patagônia Argentina.

Eu e Vinícius chegamos de Ushuaia no dia 25 de dezembro e por lá permanecemos até o primeiro dia de 2012, passando por caminhadas no Parque Nacional da Terra do Fogo, na cidade, em estâncias, “pinguineras”, montanhas e Glaciares.

No dia 29 de dezembro acordamos por volta das 7 horas da manhã para fazermos o nosso primeiro cume patagônico. Após o café, nosso guia Jeremias (Companhia Guías Del Sur – http://www.gdspatagonia.com.ar) passou no hostel para nos buscar e seguimos de carro até a entrada da reserva ambiental.

Íamos ao Cerro dos Banderas, uma vez que o tempo tinha amanhecido bem fechado, fazia frio e ventava muito, com fortes possibilidades de chuvas.

Chegando ao início da trilha, Jeremias entendeu que tínhamos “janela” para caminhar até o cume do Cerro del Medio que fica ao Norte de Ushuaia e tem, aproximadamente, 980 metros de altura. Seu nome de batismo se dá em razão da posição central na cadeia de Montes Martial, tendo como vizinho mais famoso o Glaciar Martial.

A trilha era claramente dividida em duas partes: uma região baixa, bastante arborizada, úmida e quente, similar às trilhas que encontramos na Floresta da Tijuca; e uma região alta, pedregosa, árida, onde corre um vento cortante, constante e bem frio.

A subida na parte baixa era relativamente forte, mas foi agravada pelo calor e pela umidade da floresta. Depois de uma hora e meia de caminhada, paramos para um lanche rápido, água e, logo depois, começamos a subida pela parte mais alta. Do calor e umidade passamos para os ventos fortes e frios, caminhando pela crista da montanha.

Nela a vegetação é rasteira e escassa, sendo que todo o restante da trilha até a chegada ao cume é formado por pedras soltas, que desciam a cada pisada. Passamos por um pequeno lago no meio da montanha formado por água de degelo. A coloração verde é surpreendente! Após alguns minutos de descanso e fotos, começamos a parte mais íngreme até o cume.

A vista de cima da cidade é fantástica! O céu já estava mais aberto, mas o sol não aparecia. Ficamos no cume por aproximadamente 30 minutos para fotos, bate-papo e água. Mesmo no verão, ainda é possível ver gelo por toda a montanha.

Iniciamos a descida frontal do Cerro del Medio, patinando pelas pedras soltas. Passamos pela floresta na parte baixa, pulamos alguns córregos até chegarmos à estrada que nos levaria de volta ao centro da cidade de Ushuaia.

Ana Carolina Oliveira

Share

Leave a Comment